Como Emagrecer Se Não Consigo Parar De Comer? – Guia Completo 2020

Alimentação

não consigo parar de comer

- Rafael, não consigo parar de comer . Quanto mais na m***a eu tô, mais eu tenho vontade de comer. Deveria ser o contrário, eu deveria me motivar. Mas não, eu me desestimulo cada vez mais .... e como demais!

Como mesmo sem estar com fome e me sinto culpada!

Hoje muitas mulheres me falam que estão tentando emagrecer ou tentando parar de comer em excesso. E a maioria fala que já tentou inúmeras vezes restrição, jejum, comprimidos, dietas...

Quando acompanho alguém para eliminar a compulsão alimentar, eu não foco em dieta.

Sempre enfatizo que embora o cardápio elaborado por uma nutricionista seja importante, é impossível segui-lo sem resolver a vontade descontrolada de comer.

Existem muitas linhas de alimentação saudável com profissionais  da saúde especializados nelas (onivorismo, vegetarianismo, ayurvedica, alimentação viva e muitas outras).

Porém, sem eliminar as causas da compulsão alimentar, o programa alimentar não se sustentará.

Porque as causas da compulsão alimentar não estão ligadas à sua dieta! Em 99% dos casos, a compulsão está ligada às emoções!

Exemplo: Ansiedade, carência, preocupação e outras.

Qual o perigo de focar em dieta?

Cair no círculo vicioso de "tentar dieta - não consegue - interrompe - tentar dieta - não consegue - interrompe". 

Deste ciclo vicioso nasce a frustração, raiva e autopunição.

Que autopunição?

Comer mais!!!

Vira uma bola de neve sem fim!

A solução para interromper este ciclo vicioso de Compulsão Alimentar - Dieta - Fracasso - Autopunição - Compulsão Alimentar - Dieta - Fracasso - Autopunição..... está em:

Eliminar do seu organismo as emoções que causam compulsão alimentar.

As emoções geram uma química em seu organismo a qual se aloja nos órgãos do seu corpo. Com isto, elas afetam suas decisões e comportamento.

O compulsivo, apesar de estar satisfeito, não deixa de comer. A relação com a comida passa a ser algo destrutivo, comparado ao vício de cigarro, bebidas e até drogas pesadas. Ou seja, se você acha que o fato de você comer muito é só questão de autocontrole, saiba que o problema é mais profundo. Pode estar aí o porquê de você sempre desistir daquela dieta para emagrecer.

O Ministério da Saúde divulga que quase metade da população brasileira está acima do peso. O número é impressionante: 48,5%. O levantamento foi feito pela Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico). Uma boa parte dessas pessoas é mulher (44,7%).

Não sei qual é o seu estado de saúde atualmente, mas você não está lendo este artigo à toa. De repente seja uma das muitas pessoas que atendo e no início do tratamento me relatam: “Não consigo parar de comer”.  

Quem desenvolve a compulsão alimentar acaba desenvolvendo o hábito de comer grandes quantidades de alimentos em pouco tempo mesmo. Esta é a maior característica desse distúrbio alimentar.

Durante os momentos de compulsão alimentar, a pessoa perde o controle, ingerindo até alimentos crus, congelados e pasme... Até comida da lixeira! Além disso, não há hora para comer, e a pessoa pode ingerir qualquer coisa o tempo todo, mesmo quando o corpo não está com fome.

​É comum a pessoa não comer muita comida, ou muito ao longo do dia. Mas come muitos doces ou comidas gordas de uma só vez. Basta algo diferente acontecer na rotina da pessoa ou em suas emoções e ela irá querer descontar na comida.

Mas é importante destacar que embora a pessoa se sinta "sem controle", ela o possui sim. Isto é, possui controle. Na verdade, o cérebro reptiliano, o responsável pelos instintos, não é capaz de mexer a musculatura dela e agir sem o seu consentimento. Seu lado emocional pode até gritar e lhe “encher a paciência”, mas é como uma criança fazendo birra.

Não vai ser atendendo à birra que a criança será educada. Não será atendendo aos caprichos deste cérebro que ele será educado. A Voz do Vício diz que se a pessoa a atender, que a deixará em paz e tudo ficará bem. Porém, não é bem assim.

Nem sempre quem sofre de compulsão alimentar está obeso ou com sobrepeso.

É comum encontrar mulheres que aparentamente estão magras mas sofrem com episódios de descontrole perante a comida.

não consigo parar de comer


"A Voz do Vício é a pior patroa". Promete prazer e trás culpa, promete recompensa e traz vergonha e tende a exigir sempre mais.

Como quem diz:

- Agora que você já veio até aqui, eu sei que posso continuar exigindo de você.

Os episódios de ataque são mais frequentes no fim da tarde ou à noite, e a pessoa chega a consumir até 50% das calorias totais do dia de uma só vez. E diante desta luta pode parecer mais fácil desistir da dieta para emagrecimento e dos exercícios para emagrecer.

Esta disfunção atinge até 4% da população geral e 6% de quem têm obesidade, podendo alcançar metade dos obesos mórbidos, segundo dados da Associação Americana de Psiquiatria.

Então, mais uma vez destaco: a frase “eu não consigo parar de comer” é muito mais grave do que se imagina.

não consigo parar de comer - compulsão alimentar

Quando a comida é um vício – Origem da necessidade de comer coisas destrutivas


Sei bem que talvez possa ser vergonhoso o fato de uma barra de chocolate, um pote de sorvete ou uma porção de batatas fritas terem controle sobre você. Você pode pensar:

- Poxa, isto é comida, não é cocaína ou craque! Por que não consigo parar de comer?

Mas talvez você não saiba. Só o açúcar tem um poder viciante 80 vezes maior do que o da cocaína.

Sabia disso?

80 vezes!

Uma pessoa que atendo com caso de bulimia já me relatou que a substância Acrilamida pode agir como um gatilho de crises de compulsão alimentar em pessoas com a mesma compulsão alimentar que a dela. Por isto que para estas pessoas a alimentação ensinada aqui é tão interessante.


Se você ainda não tinha escutou o nome desta substância, de nome diferente, eu lhe revelo agora do que se trata. Resumidamente falando: é uma substância que surge nos alimentos após passarem por um processo de aquecimento superior a 42°C (cozimento ou fritura), muito presente nos alimentos industrializados. ou preparados acima de 42º (cozidos ou fritos).

Cientistas destacam que entre as dependências de maior dificuldade, as guloseimas calóricas estão no topo, como doces e salgadinhos. Isso quer dizer que elas competem com álcool, cigarro e outras drogas mais pesadas.


Isso explica em partes porque é tão trabalhoso eliminar peso e manter uma vida saudável. Quando o problema é comer demais, não se trata apenas de autocontrole e força de vontade, como a cultura popular prega. Afina, trata-se de alimentação, algo necessário diariamente. Ou seja, a pessoa continua necessitando ingerir todos os dias justamente algo com o qual há uma relação desarmônica.

Por que isso acontece, afinal? Por que o organismo precisa de açúcares e gorduras? Indo mais fundo na história, encontramos uma reposta relevante na vida de nossos ancestrais. Esse desejo por proteínas e gorduras os impulsionava para fora das cavernas em busca de caça.

Infelizmente isso se tornou ruim para aqueles que saem de casa, sedentos para comprar sobremesas na padaria, “comidas trash” no supermercado e aqueles lanches venenosos nos fast foods da cidade.

Quando se ingere esses alimentos, seu cérebro primitivo recebe a informação de que o organismo está sendo saciado. Mas isso só ocorre quando já se empanturrou como um homem das cavernas. 

Isso não seria ruim, se assim como nossos antepassados, caminhássemos dias pela savana atrás de novas caças. Hoje porém não precisamos mais. Os mercados ficam abertos para nossa satisfação. Algumas vezes, usa-se o telefone e a internet para fazer a comida destrutiva de fast food chegar até em casa!

Novos hábitos com a comida

Você acabou de ver que o fato da pessoa estar acima do peso não é apenas questão de desleixo, como muitos pensam. Trata-se de algo mais sério. Porém, assim como os outros problemas, não se deve usar isso como desculpa. A mudança de mente e a limpeza emocional é o começo.

Falo da eliminação das emoções que causam vícios neste vídeo.

O homem não nasceu para ser dominado por coisas. É o inverso. No passado, apesar dos instintos, o homem dominava a caça. Da mesma forma temos que “dominar a comida". Mas, se não é tão fácil, se ainda conhecendo alguns aspectos mentais, a frase “não consigo parar de comer” ainda prevalece, como transformar esse quadro?

O principal método é conhecer a fundo o que leva a viver compulsivamente. É aqui que a tal da força de vontade falha.

Quando a pessoa pensa em mudança de hábitos, é comum que ela deseje resultados imediatos como campanhas em curto prazo e queimar gordura em dez dias. Entretanto, quando aquelas emoções (rejeição, abandono, carência, euforia, ansiedade e preocupação) fazem parte da sua história, o trabalho emocional que realizo é uma arma poderosa para sua cura.

O que você precisa fazer agora é pensar nos seus 2 possíveis futuros.

1) Caso você continue tentando sozinho(a), qual seu futuro mais provável ?

2) E se você receber atendimento profissional de qualidade, com histórico de resultados comprovados, qual seu futuro mais provável?

Ninguém deseja viver fora de forma, com a aparência comprometida ou com o risco de sofrer com doenças mais graves causadas pela obesidade, ter a vida interrompida drasticamente por um ataque cardíaco.

Mude esse quadro e o "não consigo parar de comer" ficará no passado irrelevante.

Como parar de comer compulsivamente

Tudo na vida exige um plano. Portanto, sem um planejamento básico, o pensamento de “não consigo parar de comer” vai continuar. Sem uma devida preparação nada vai adiante. É preciso que você crie um bom plano de mudança. Só com um passo a passo definido, testado e validado é que se chegará ao sucesso em relação à sua saúde.

# 1 - INVISTA EM ATENDIMENTO PROFISSIONAL COM RESULTADOS COMPROVADOS, AO INVÉS DE CARREGAR O MUNDO NAS COSTAS SEM NECESSIDADE

Soa clichê, mas muita gente ainda ignora. Para acabar com a compulsão alimentar, a solução não virá com dietas e mais dietas. ​É para isto que existe o treinamento expresso para reduzir ou até mesmo eliminar a ansiedade, que explico neste vídeo.

É desnecessário assumir um desafio grande demais sozinho. Diria até que pode ser sinal de ingenuidade ou arrogância. Do contrário, é muito provável que sua dependência fará descer pelo ralo sua breve motivação e a já citada força de vontade.

A melhor maneira de acabar com esta fome compulsiva não é comendo mais!  Será atacando as causas dela.

E na maioria dos casos, a vontade descontrolada de comer está ligada à ansiedade. A qual pode ser reduzida ou até mesmo eliminada com o treinamento expresso do qual se trata este vídeo aqui.

Follow

About the Author

Muitas pessoas hoje sentem-se paralisadas em alguma área da vida, incapazes de conquistar seus objetivos e sonhos. Em muitos casos, isso acontece por bloqueios emocionais, traumas e vícios. Segundo estatísticas, transtornos emocionais incapacitam mais pessoas de avançarem nas suas vidas do que doenças do dia-a-dia, como problemas no coração e câncer. Bloqueios e transtornos de ordem emocional geram também doenças no corpo. Hoje, já está comprovado que em torno de 40% das doenças de pele tem origem em feridas emocionais não-tratadas. O que muitos não sabem é como resolver a situação. Tentam conquistar seus sonhos mas não sabem como tratar as feridas emocionais sem se machucar novamente. Meu nome é Rafael Berard e ajudo pessoas a eliminarem bloqueios e traumas, sem que tenham que se expor nem reviver as dores do passado (no conforto da sua casa).

(18) comments

Add Your Reply