voltar

Qual a diferença entre Coaching, Terapia, Mentoria e Vendas? – parte 1

por Rafael Berard para Coaching deixe seu comentário
Qual a diferença entre Coaching, Terapia, Mentoria e Vendas? – parte 1

Qual a Diferença entre Coaching, Terapia, ​Mentoria e Vendas?​

​A melhor maneira de ficar satisfeito(a) com o trabalho de quem você contrata é alinhar expectativas antes.

Com uma frequencia considerável tenho que esclarecer as diferenças entre estas prestações de serviço. Pretendo que as linhas abaixo te ajudem a compreender ​os limites de cada uma e saber o que esperar de cada profissional.

Já contratei psicoterapia, terapia, coaching e mentoria. Todos estes serviços tem seu papel ​ e me auxiliaram demais!

o que é ​Coaching?

Coaching:
Processo de desenvolvimento pessoal e profissional, focado na concretização de um objetivo específico e concreto.

Os atendimentos são personalizados e não se estendem por anos a fio. Pelo contrário, há uma agenda com início, meio e fim.

Há também medição dos avanços realizados pelo coachee.
A agenda de ações concretas será definida ao longo dos encontros tendo em vista as respostas do coachee (cliente).

O foco do Coaching não é ensinar a fazer, mas QUESTIONAR de maneira que enquanto você responde, PERCEBA as respostas que JÁ ESTÃO dentro de você.

​Resumindo:
Ao invés do coach te dizer "Faça Isto desta maneira", ele irá perguntar:
"Como você pode avançar nesta questão levando em consideração estes fatores que conversamos?"

Nada impede que o Coach manifeste sua opinião ou dê algum conselho.
Mas é crucial que você, coachee, compreenda que isto não é Coaching.

Naquele momento que o Coach manifestou sua opinião, deu algum conselho ou ofereceu algum produto, ele aconselhou, mentorou ou vendeu.

Minha formação em Coaching foi ministrada pela SPARC - Sociedade Paranaense de Coaching e sou Analista Comportamental pela Colabore Coaching.

No próximo post irei explico brevemente ​o que é Terapia.  Clique aqui

Qual a Diferença enre Terapia, Coaching, Mentoria e Vendas - Qual a diferença?

A melhor maneira de ficar satisfeito(a) com o trabalho de quem você contrata é alinhar expectativas antes.

Com uma frequencia considerável tenho que esclarecer estes questionamentos.
Pretendo que as linhas abaixo te ajudem a compreender as diferenças e saber o que esperar de cada profissional.


Coaching:
Processo de desenvolvimento pessoal e profissional, focado na concretização de um objetivo específico e concreto.

Os atendimentos não se estendem por anos a fio. Pelo contrário, há uma agenda com início, meio e fim.

Há medição dos avanços realizados pelo coachee.
A agenda de ações concretas será definida ao longo dos encontros tendo em vista as respostas do coachee (cliente).
O foco do Coaching não é ensinar a fazer, mas QUESTIONAR de maneira que enquanto você responde, PERCEBA as respostas que JÁ ESTÃO dentro de você.

Resumindo:
Ao invés do coach te dizer "Faça Isto desta maneira", ele irá perguntar:
"Como você pode avançar nesta questão levando em consideração estes fatores que conversamos?"

Nada impede que o Coach manifeste sua opinião ou dê algum conselho.
Mas é crucial que você, coachee, compreenda que isto não é Coaching.
Naquele momento que o Coach manifestou sua opinião, deu algum conselho ou ofereceu algum produto, ele aconselhou, mentorou ou vendeu.

Minha formação em Coaching foi ministrada pela SPARC - Sociedade Paranaense de Coaching e sou Analista Comportamental pela Colabore Coaching.

No próximo post irei explicar o que é Terapia. Fique de olho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que é e como superar compulsão alimentar?
Post Anterior O que é e como superar compulsão alimentar?
deixe seu comentário

Já imaginou, daqui um tempo, você me enviando uma mensagem como esta?Ou me enviando um…

Qual a Diferença Entre Coaching, Terapia, Mentoria e Vendas? Parte 2
Próximo Post Qual a Diferença Entre Coaching, Terapia, Mentoria e Vendas? Parte 2
deixe seu comentário

​Qual a Diferença entre Terapia, Coaching, Mentoria e Vendas?  - parte 2Prosseguindo com o artigo…